Treino Quente

Publicado em 10.15.2014

Eu e o meu marido tínhamos um negócio. Contratamos e tornamo-nos amigos de um jovem rapaz para nos ajudar.

Ele era um bom amigo, vinha sempre a nossa casa depois do trabalho para estar connosco. Era nosso amigo há aproximadamente um ano e meio. Uma noite ele trouxe uma garrafa de Rum Bundaberg, nos começamos a beber e o meu marido colocou um filme pornográfico. Estávamos a rir-nos e a divertir-nos quando o meu marido se vira e desafia-me a chupar o pau do nosso amigo, eu estava envergonhada e disse "Eu chupo-lha se ele a tirar das calças" e, claro, ele assim o fez.

Eu já estava secretamente excitada e assim que vi o seu pau gigante e enquanto tentava não sorrir, pus-me logo de joelhos e comecei a lambe-lo e a brincar com as suas bolas. A percorrer todo o pau com a minha língua e a enfia-lo até ao fundo da minha garganta.

Eu conseguia sentir a minha cona a estremecer, estava tão molhada e isso só me fez chupar o pau dele com mais força. O meu marido estava a ver e tirou o seu pau e começou a masturbar-se, ele sempre quis ver-me com outro homem.

Continuei a chupar-lhe o pau enquanto me sentia mais e mais excitada até que não consegui aguentar mais. Levantei-me e disse que ia tratar de mim mesma para o quarto.

Ele perguntou imediatamente "e eu?" então eu disse que ele podia vir comigo se quisesse. Quando ele entrou eu empurrei-o para a cama subi em cima ele e comecei a beija-lo com a língua puxando freneticamente as roupas dele  como ele fez com as minhas. Eu imediatamente coloquei o seu pau na minha cona dorida gemendo e ofegando enquanto eu sentia o seu enorme pau dentro de mim quase a vir-se.

Então eu comecei a montar o pau dele segurando com a minha cona a apertar firmemente e lentamente abaixando e pressionando a minha cona com força contra o corpo dele garantindo que eu podia sentir todo ele dentro de mim, eu comecei a balançar no seu pau, ele estava com as mãos pressionadas contra as minhas mamas, o que me deixou louca, a essa altura ele estava-me bombeando duro. Reparei na porta ligeiramente aberta com o meu marido a ver e a masturbar-se, isto só me motivou mais. Eu sabia que o nosso amigo nunca tivera  sexo anal e eu adoro anal então eu puxei o pau dele para fora e comecei a chupar os meus sucos do pau dele desfrutando completamente do sabor do nosso sexo. Deslizando o pau dele de volta na minha cona apenas para tornar o pau dele molhado novamente eu então coloquei a ponta do pau no minha bunda, ele estava tão excitado agora que ele não tinha escolha, eu lentamente me abaixei para o seu pau gritando de dor do tamanho dele, os seus olhos rolaram para trás à medida que eu comecei a bombear o pau dele, não demorou muito para que ele estivesse a foder o meu cu.

A dor era insuportável mas também o prazer que a  minha cona sentia cada balanço eu senti vontade de me vir mais e mais, então ele veio-se, eu podia sentir o seu esperma quente a encher o meu corpo. Terminado, ele a dormir, mas eu ainda estava totalmente excitada, então eu fui para a sala de estar para encontrar o meu marido "adormecido" no sofá. Sabendo que ele estava fingindo, eu disse a ele: "Eu sei que você não está dormindo, gostaste?”, Ele respondeu "sim", então eu abri o zíper das calças e comecei a lamber o pau dele todo, pressionando os meus dedos naquele cu massageando sua próstata enquanto chupava o pau. Totalmente excitada agora, eu montei-o e comecei a montar o seu pau, os meus sucos fizeram o pau dele deslizar logo por mim a dentro, a minha cona faminta não se cansava, eu estava totalmente destruída, então eu coloquei o pau dele no meu cu. Á medida que ele empurrava eu podia sentir o esperma fora do meu cu revestimento o pau dele, que foi muito excitante, quando eu podia sentir que ele estava prestes a vir-se eu desci e comecei a chupar o seu pau. Com o gosto de esperma eu pressionei meus dedos naquele cu e ele explodiu jorros de esperma na minha boca, o que me fez chupá-lo com mais força tentando chegar ao seu esperma ele estava se contorcendo, eu podia sentir seu corpo tremer enquanto eu continuava a lamber e chupar depois de ele se vir. A minha boca ainda sabia a esperma e eu fiz com que ele me beijasse e ele adorou. No dia seguinte, o nosso amigo disse ao meu marido "Eu amo a sua esposa". Ele perguntou se ele estava ok com ele ter fodido comigo e o meu marido respondeu: "claro que não armei-lhe uma cilada".

Ele agora traz frequentemente uma garrafa de Bundy quando vem cá a casa.

Thank you!
93%
14 Gostar
990 Visualizações

Por favor, selecione razão de violação e pressione [Reportar]

Você gostou deste história de sexo? Não se esqueça de deixar seu comentário! É muito interessante saber o que você achou disso.

Contos Relacionadas

Treino Quente
Publicado em 10.15.2014

Eu e o meu marido tínhamos um negócio. Contratamos e tornamo-nos amigos de um jovem rapaz para nos ajudar. Ele era um bom amigo, vinha sempre a nossa casa depois do trabalho para estar connosco. Era nosso amigo há aproximadamente um ano e meio. Um...